quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Emicida na programação da FELIZS 2018

Lançamento do livro Amoras, de Emicida e ilustrações de Aldo Fabrini (ed. Cia das Letrinhas), seguido de bate-papo com a escritora Kiusam de Oliveira, sobre quais caminhos a literatura infantil e infantojuvenil tem aberto para a consideração das matrizes africanas e afrobrasileiras como conteúdos culturais para a formação da identidade das crianças e jovens brasileiros. 

O que mudou quinze anos após a Lei 10.635/03? (institui o ensino de história da África nas escolas do Brasil).

Quais desafios foram vencidos e quais ainda estão postos? Como esta produção literária e editorial pode dialogar com políticas públicas de fomento à leitura e com a formação de professores e mediadores de leitura? Estes serão alguns dos temas abordados no bate-papo que contará ainda com mediação de Rodrigo Casarin e uma intervenção poética da escritora Jenyffer Nascimento.

+ uma atividade dentro da programação da Feira Literária da Zona Sul, a IV Felizs. No site você encontra a programação completa.

TRANSMISSÃO AO VIVO do áudio desse encontro pelo site da RÁDIO MIXTURA! Acesse o site e dê o play, a partir das 19h!

Informações: do site do Sesc SP

sábado, 8 de setembro de 2018

V Simpósio Internacional de Assistência ao Parto [saúde]

Paciência ativa. O objetivo é que possamos, como profissionais, ter escuta e espera para acompanhar os processos fisiológicos normais, porém reconhecendo os sinais de distócia para ajudar mãe e bebê durante o processo do parto e nascimento.

Paciência ativa tem sido o tema chave do conceito Spinning Babies, que este ano fará parte de todo o corpo do  V Simpósio desde os cursos preliminares, até a programação oficial. Paciência para aguardar o processo normal, postura ativa para ajudar quem realmente precisar.

Nesse evento, nossa parceira e doula Elis Teixeira vai participar como palestrante. Boa sorte, Elis! Confira todas as informações no site do evento.

sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Feira Literária da Zona Sul - 2018

 FELIZS, Feira Literária da Zona Sul, nasce de um desejo de reflexão sobre o movimento cultural que temos vivido ao longo dos últimos anos.

Temos hoje um panorama pulsante de múltiplas linguagens que vem sendo, em parte, impulsionado pelos saraus nas periferias. Há uma multiplicação de iniciativas e estas reverberam cada dia mais nos mais variados espaços comunitários e culturais.

A Feira é uma tentativa de unir potenciais num único espaço e observar a grandiosidade de propostas que a periferia vem desenvolvendo. Queremos nos ver e fortalecer num processo de sinergia, potencializando as ações individuais conectadas ao processo coletivo.

Confira a programação no site da Felizs que vai de 10 a 22 de setembro em várias quebradas!

sábado, 1 de setembro de 2018

Sarau Verso em Versos no Sesc 24 de maio

Daqui a pouco tem sarau Verso em Versos no Sesc 24 de Maio, no centro de São Paulo.

Com poetas da casa como James Lino, Aline Anaya, James Bantu entre outros, além do lançamento da Antologia do Sarau. Que sorte!

Aproveite o sábado quente e ensolarado com poesia!

Link do evento no Facebook
https://www.facebook.com/events/673915776322232/

#sarau #sarauversoemversos #poesia #poesiaemsp #literaturamarginal #zonasul #sesc #sesc24demaio


quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Samba do Monte e Rádio Mixtura apresentam Rádio Ajayô de agosto - programa #20

Roberta Oliveira e o Bando de Lá recebem a Velha Guarda da Escola de Samba Unidos da Vila Maria

É tradição nossa
homenagear as Velhas Guardas das Escolas de Samba. Aqui, música e história se misturam em uma apresentação memorável. Assim foi a passagem de dois expoentes do nosso samba bem brasileiro.

A Velha Guarda da Unidos da Vila Maria, com Carlinhos de Jesus e Isabel estiveram conosco cantando clássicos do nosso samba paulista e referências do território,
especialmente a zona norte de São Paulo.

Como de costume, Roberta Oliveira e Bando de Lá abrem a festa, com trechos de áudios com depoimentos de convidados e canções da série de Cds Memória do Samba Paulista.

O programa vai ao ar na internet no site do Samba do Monte no dia 31 de agosto, sexta-feira, às 8 da noite. Reprises no domingo (8 da noite e na quarta, à 1h da manhã. Acesso também pelo link da rádio Mixtura pra cair no samba!

Apoio: Samba em RedeDesenrola e Não Me EnrolaJornalistas LivresRede São LuísEspaço ComunidadeFábrica De Cultura Jd São Luís, Fábrica de Cultura do Capão Redondo, Coleta FilmesCentro Cultural Monte Azul e Casa de Cultura e Educação Jardim São Luiz.



terça-feira, 28 de agosto de 2018

Maracatu Baque e Atitude

A galera do Maracatu Baque e Atitude, jovens da nossa região e cheios de energia, estiveram conosco no ano passado e fizeram tremer a zona sul com seu batuque ritmado! Viva o Maracatu!

Apoio: Samba em RedeDesenrola e Não Me EnrolaJornalistas LivresRede São LuísEspaço ComunidadeFábrica De Cultura Jd São Luís, Fábrica de Cultura do Capão Redondo, Coleta FilmesCentro Cultural Monte Azul e Casa de Cultura e Educação Jardim São Luiz.

domingo, 26 de agosto de 2018

Inverno em SP com Elas!

Para um dia de domingo frio e cinzento de São Paulo, uma linda imagem em p&b do nosso parceiro Maycom Mota. Novamente, elas que vão à frente do microfone e assumem seu lugar! Parabéns ao Baque Delas pelos momentos de música e alegria!

Apoio: Samba em RedeDesenrola e Não Me EnrolaJornalistas LivresRede São LuísEspaço ComunidadeFábrica De Cultura Jd São Luís, Fábrica de Cultura do Capão Redondo, Coleta FilmesCentro Cultural Monte Azul e Casa de Cultura e Educação Jardim São Luiz.

#sambemrede #sambaemsp #sambanasperiferias #sãopaulo #samba #ajayosambadomonte #sambadomonte10anos #culturaafro #cultura #FomentoCulturadaPeriferiaEd1


sábado, 25 de agosto de 2018

Mostra Estética das Periferias - 2018

Para celebrar a abertura do Estéticas das Periferias, a Orquestra de Tambores de Aço do projeto Garoto Cidadão, da Fundação CSN, e o show Negras Vozes em Travessia, dirigido por Naloana Lima, reúnem nomes como Juçara Marçal, Nega Duda, Dani Nega, Luz Ribeiro, Mel Duarte e Vic Sales!

Juntas, todas elas, mulheres negras, evocam uma sociedade na qual as vozes de tantas outras, hoje silenciadas, também possam ecoar.

*Abertura do encontro Estéticas das Periferias - 2018*

domingo 26 de agosto de 2018

às 18h
foyer do Auditório Ibirapuera | Orquestra de Tambores de Aço do projeto Garoto Cidadão, da Fundação CSN [duração aproximada: 60 minutos]

Entrada gratuita [a apresentação será no foyer do Auditório Ibirapuera]

às 19h
plateia interna | show Negras Vozes em Travessia [duração aproximada: 90 minutos]

Entrada gratuita [os ingressos serão distribuídos uma hora e meia antes da apresentação. Limite de dois ingressos por pessoa. Sujeito à lotação da casa.]

[classificação indicativa: 12 anos]

abertura da casa: 90 minutos antes da apresentação

*** Mais informações no site e também pelo Facebook, no link do evento***


sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Em março a festa foi Delas!

O samba do Monte de março focalizou orixás femininas, saudou a verão e claro, as mulheres brilharam na zona sul. A festa foi delas, o grupo Baque Delas de Campinas (SP).

AMANHÃ tem apresentação e oficinas lá no centro da cidade, no Sesc Bom Retiro ministrado por elas. Chega +, é gratuito! Clique no link do evento pra saber tudo!

Apoio: Samba em RedeDesenrola e Não Me EnrolaJornalistas LivresRede São LuísEspaço ComunidadeFábrica De Cultura Jd São Luís, Fábrica de Cultura do Capão Redondo, Coleta FilmesCentro Cultural Monte Azul e Casa de Cultura e Educação Jardim São Luiz

#sambemrede #sambaemsp #sambanasperiferias #sãopaulo #samba #ajayosambadomonte #sambadomonte10anos #culturaafro #cultura #FomentoCulturadaPeriferiaEd1

domingo, 12 de agosto de 2018

Manifesto em defesa da cultura dos povos de terreiro

MINISTÉRIO DA CULTURA OCUPADO!!!

A Frente Liberta Matriz Africana - FLAMA - com o apoio da CONAFER e UNC acabam de ocupar o Ministério da Cultura com o objetivo de falar SOMENTE com o ministro da cultura Sergio Sá Leitão para cobrar dele diversas pautas da cultura dos povos tradicionais de nosso país.

Leia a integra da carta abaixo:

"Brasília 07 de agosto de 2018

Nós, Autoridades civilizatórias de matrizes africanas, indígenas, camponesas e periféricas, representadas pelas cinco regiões do país, após a ocupação do Ministério da Cultura na Secretaria da Diversidade Cultural, Ed Parque Cidade Corporate, torre B, 9º andar, convocamos a presença do Ministro de Estado da Cultura Sérgio Sá Leitão, de imediato, para resoluções definitivas das seguintes reivindicações:

Lei de Mestres e Mestras (ano 2011)

Publicação do Edital ainda em 2018 para Mestres e Mestras.

Lei Cultura Viva

2.1 Anistia para os Pontos de Cultura (ampla, geral e irrestrita)

Publicação do Edital para Rede de Pontos de Cultura de Matrizes africanas, camponesas, indígenas e periféricas.

Devolutiva dos diálogos e recursos com a política do Cultura Viva nos estados.

Conveniamentos imediato e irrestrito do pontão “Articula matrizes africanas”

Fomento da Teia nacional dos Pontos de Cultura.

Posse imediata do conselheiro nacional de Políticas Culturais para os povos de matrizes africanas e de terreiros, Pai Álvaro José dos Santos Souza (Pai Neto de Nanã-MA).

Formação do Colegiado Nacional de Povos de Matrizes Africanas e de Terreiros.

Exigimos a Presidência, imediata, da Fundação Cultural Palmares pelo conselheiro Titular Pai Álvaro José dos Santos Souza (Pai Neto de Nanã-MA).

Que, a partir de hoje, a presidência da Secretaria Especial de Políticas de Igualdade Racial-SEPIR, seja ocupada por conselheiro eleito pelo Conselho Nacional de Igualdade Racial.

8.1 Implementação do Plano Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos de Matrizes Africanas e de Terreiros.

9 Declaramos o Ministério da Cultura, Fundação Cultural Palmares e Sepir culpados pelo crime de grave ameaça a extinção da diversidade cultural e biológica da nação brasileira, assim como, de associação criminosa com as igrejas, determinando o estado de calamidade cultural em todo território brasileiro, o que tem ameaçado a vida, os hábitos e costumes das comunidades tradicionais afro brasileiras e indígenas."

domingo, 5 de agosto de 2018

Água, danças negras e orixás

DAQUI HÁ POUCO, às 4 da tarde, encerramos as aulas de dança negra contemporânea oferecidas em parceria entre o Coletivo Ajayô, a Casa de Cultura e Educação São Luiz e a atriz e bailarina Débora Marçal. Venham com roupas brancas, tragam uma vela e alimentos frescos para a nossa ceia!

LINK do evento no Facebook

ÁGUA é o elemento estudado de hoje. Não á toa que no Ajayô Samba do Monte de inverno saudou Oxum e Iemanjá, rainhas das águas. E para quem gosta de imagens dos orixás, uma dica para abençoar esse domingo!


Apoio: Samba em RedeDesenrola e Não Me EnrolaJornalistas LivresRede São LuísEspaço ComunidadeFábrica De Cultura Jd São Luís, Fábrica de Cultura do Capão Redondo, Coleta FilmesCentro Cultural Monte Azul e Casa de Cultura e Educação Jardim São Luiz

#dança #dançanegra #dançanegracontemporânea #cultura
#culturanegra #culturaemsp #negritude #sambadomonte
#sambadomonte10anos #produçãocultural #culturaafro
#FomentoCulturadaPeriferiaEd1
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...